Cultura

SESC AVENIDA PAULISTA

NOVA UNIDADE DO SESC EM SÃO PAULO, ABRE SUAS PORTAS DIA 29 DE ABRIL E MARCA PRESENÇA EM ENDEREÇO ÍCONE DA CIDADE.

Em 12 mil m² de área construída, edifício de 17 pavimentos e dois subsolos – foi remodelado adotando critérios de sustentabilidade – tem como destaque um Mirante com vista panorâmica da cidade de São Paulo, além de salas de exposição e espetáculo, de tecnologias e artes, práticas corporais e esportivas, clínica odontológica, espaço para crianças, biblioteca, comedoria e café terraço.

Um dos mais icônicos e importantes endereços da capital paulista abrigará a mais nova unidade do Sesc São Paulo. No dia 29 de abril, domingo, será inaugurado o Sesc Avenida Paulista. Localizado no número 119 da Av. Paulista – na mesma quadra da Casa das Rosas, ao lado do Itaú Cultural e a poucos metros da Japan House – a nova unidade conta com 17 pavimentos e dois subsolos, com área construída de 12 mil m², em edifício reestruturado de maneira sustentável com redução de impacto ambiental em área urbana, que no passado abrigou a administração central do Sesc em São Paulo.

Com expectativa de receber cerca de 18 mil pessoas por semana, o Sesc Avenida Paulista terá suas atividades pautadas, sobretudo, pelo trinômio “Arte, Corpo e Tecnologia”. O público terá acesso a espaços como salas de exposição e espetáculo, de tecnologias e artes, espaço para práticas corporais e esportivas, clínica odontológica (7 consultórios odontológicos para atendimento de diversas especialidades), espaço para crianças, biblioteca, comedoria, café terraço, mirante com vista panorâmica e outros equipamentos presentes nas unidades do Sesc, dentro das normas de acessibilidade.

O diretor regional do Sesc, Danilo Santos de Miranda, afirma que o Sesc Avenida Paulista “abre ao público com todas as características especiais de sua localização, o centro da cidade, assim como o Sesc 24 de Maio. Mas falamos do centro novo, na avenida que é ícone da cidade – senão do Brasil – como polo econômico, sede de escritórios, de grandes empresas do setor de comércio e serviços, com prédios altos e imponentes, e que atualmente tem se transformado também num grande hub cultural, com a abertura para os pedestres aos domingos e pela presença de uma série de importantes instituições do setor cultural, em particular, ligadas ao caráter social e simbólico da cidade, assim como o Sesc.” Miranda enfatiza que a nova unidade, instalada nesse endereço, “possui um peso simbólico, do ponto de vista urbanístico, mas também por apresentar uma proposta diferenciada, dando ênfase às novas tecnologias, à conexão delas com as artes e o corpo.” Miranda finaliza destacando que “reunimos tudo isso de uma forma exponencial, pelo caráter educativo que o Sesc promove em todos os seus programas, que são voltados para todos os públicos.”

Conceito – O projeto arquitetônico desenvolvido para a nova unidade, assinado pelo escritório Königsberger Vannucchi Arquitetos Associados, propõe o espaço como uma extensão da própria avenida, se estabelecendo como um território livre a ser apropriado pelo público. Entre suas características estruturais, o conceito se desenvolve nos grandes acessos, nas diversas áreas de convivência – com praças internas e um terraço no topo – e até mesmo na escolha dos materiais, como o uso de vidros não refletivos, revelando as várias atividades exercidas no interior do edifício.

Com rasgos horizontais na configuração das fachadas leste e oeste, permite aos usuários um olhar diferenciado sobre a cidade ao mesmo tempo em que rompe com a tipologia típica dos edifícios de escritórios da Avenida Paulista.

Sustentabilidade – A remodelação do edifício, desde o início do projeto, adotou medidas em sintonia com os preceitos de edificações verdes ou sustentáveis. Dentre as principais ações estão: eficiência energética, com implantação de escadas rolantes e elevadores inteligentes, com regeneração de energia, sistema digital para controle de iluminação e uso de placas solares para aquecimento da água dos chuveiros; teto e paredes verdes, melhorando o conforto térmico e acústico; mobilidade urbana, com a instalação de 40 paraciclos, incentivando o uso da bicicleta como transporte; uso responsável da água, com o reuso de água de chuva e instalação de dispositivos restritores de vazão e temporizadores em torneiras e chuveiros e a gestão de resíduos, com adoção do programa do Sesc SP “Lixo: Menos é Mais”, que organiza a separação e o descarte seletivo de resíduos recicláveis, não recicláveis, perigosos e infectantes.

Vale ressaltar que essas e demais medidas de sustentabilidade adotadas no projeto da nova unidade possibilitam que o Sesc pleiteie a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), que atesta que a implantação foi sustentável.

Aplicativo Sesc Avenida Paulista – Nos diversos canais de comunicação do Sesc São Paulo, a inauguração do Sesc Avenida Paulista é contada como uma narrativa transmídia. No mês de abril, a Revista E (publicação mensal que há mais de 20 anos se dedica à mediação cultural) celebra a chegada da nova unidade com artigos exclusivos e sua capa ganha vida através de uma animação em realidade aumentada concebida pelos designers Kiko Farkas e Julien Sappa especialmente para a inauguração.

Ativada a partir do aplicativo Sesc Avenida Paulista (disponível para download gratuito em celulares e tablets no endereço sescsp.org.br/avenidapaulista), a criação oferece aos usuários uma imersão tridimensional pela identidade gráfica proposta por Farkas. A experiência traz como trilha sonora uma gravação de Hermeto Pascoal para o Selo Sesc. Além deste recurso, o app reúne a programação dos três dias de abertura e oferece um jogo de composição inspirado na fachada da nova unidade.

O aplicativo será constantemente atualizado, antes, durante e após a inauguração. Novos recursos serão ativados com o início do funcionamento da unidade, como, por exemplo, de mediação sobre as obras do Acervo Sesc de Artes exibidas no local, o audiotour sobre a história da Avenida Paulista e os roteiros, baseados em georreferenciamento e avistados a partir do Mirante da unidade, que propõem desde um passeio pela avenida por centros e instituições culturais até uma incursão por uma seleção de árvores que simbolizam as histórias e transformações vividas ao longo do tempo.

OS ESPAÇOS DA NOVA UNIDADE

  • Térreo

Praça

Espaço multiuso com pé direito duplo, a arena envolta em cortinas de vidro articuladas permite diversas possibilidades de interação com o público, recebe apresentações de variadas linguagens e comporta ainda instalações de caráter expositivo. Possui arquibancadas móveis e um espaço cênico moldável. A acessibilidade física e comunicacional está presente em todos os pavimentos.

Vagas para bicicleta

Com a possibilidade de acesso pela ciclovia, a Unidade dispõe de 43 vagas no paraciclo, oferecendo praticidade e mobilidade urbana para quem chega de bicicleta, além de estimular o uso de transporte não poluente. É necessário trazer um cadeado próprio.

  • 2º pavimento

Central de Relacionamento

Informações sobre como participar das atividades do Sesc, tirar suas dúvidas sobre o credenciamento, inscrever-se em cursos e seminários, além de adquirir ingressos para espetáculos e conhecer mais sobre o programa de turismo social.

Área de Convivência

Também neste pavimento, a Área de Convivência oferece um ambiente de convívio livre para todos os públicos.

Loja Sesc

Neste espaço estará disponível para venda uma linha de produtos desenvolvida especialmente para a Unidade da Avenida Paulista, além das publicações das Edições Sesc e do Selo Sesc. É o local para a compra presencial

  • 3º pavimento

Espaço Crianças

Neste espaço, as tecnologias contemporâneas e da natureza se misturam ao ambiente lúdico, criando oportunidades para o brincar. Bebês, crianças e seus adultos de referência são convidados a vivenciarem novas experiências, descobertas e desafios, com uma programação diversa que estimula a troca, a convivência e o respeito às diferenças.

  • 4º pavimento

Tecnologias e Artes

Espaço para a prática de atividades artísticas e um laboratório voltado para o fomento de práticas experimentais e processuais baseado no aprendizado a partir de suportes tecnológicos. Por meio de atividades que exploram as relações entre arte, corpo e tecnologia, o Tecnologias e Artes inspira a inventividade e as conexões digitais e analógicas, abordando conteúdos como inclusão e letramento digital, cultura, games, fabricação digital e audiovisual, além de trocas e aprendizados de múltiplas linguagens e temáticas variadas.

  • 5º e 6º pavimentos

Arte I

Dispondo de pé direito duplo, o Arte I é um ambiente que possibilita exposições e instalações artísticas com ênfase na produção contemporânea, além de mostras temáticas que expressem a diversidade dos programas e públicos, bem como realização de espetáculos de linguagens variadas. O espaço, que possui mezanino e camarins, oferece ainda um amplo programa de ação educativa em diálogo com os conteúdos oferecidos para visitantes ou grupos agendados.

  • 8º pavimento

Odontologia

O espaço de Saúde Bucal é composto por 7 consultórios odontológicos para atendimento de diversas especialidades como: dentística (restaurações), endodontia (tratamento de canal), implante, odontopediatria (crianças), ortodontia, periodontia (tratamento de gengiva) e prótese. Todos dotados de equipamentos da mais alta tecnologia. O atendimento é exclusivo aos trabalhadores do comércio, serviços e turismo, credenciados no Sesc, e dependentes.

  • 10º ao 12º pavimento

Corpo I, II e III

O Núcleo Esportivo contempla três ambientes distribuídos do 10º ao 12º andar, que apresentam possibilidades de acordo com as intenções, desejos e necessidades dos participantes. No Corpo I acontecem as práticas esportivas ligadas ao Programa Sesc de Esportes, que propiciam a vivência de diferentes modalidades esportivas e outras manifestações da cultura corporal, além das práticas corporais. O espaço Corpo II apresenta o Programa de Ginástica Multifuncional (GMF), com exercícios voltados ao desenvolvimento das habilidades motoras e capacidades físicas para maiores de 12 anos. E o espaço concebido como Corpo III é composto por equipamentos e acessórios para a prática de Pilates, atividade que desenvolve concentração e conscientização corporal para a realização de movimentos coordenados com a respiração.

  • 13º e 14º pavimentos

Arte II

(espaço para exposições e espetáculos, com pé direito duplo)

Espaço versátil que contempla dois andares da Unidade, com diversas possibilidades de configuração e opções de uso como espaço expositivo e de apresentações artísticas.

  • 15º pavimento

Biblioteca

A Biblioteca possui um amplo acervo para empréstimo que conta com obras de literatura brasileira, estrangeira, quadrinhos, poesia e artes, além de conteúdos que contemplam as principais áreas de atuação do Sesc, como meio ambiente, esportes e saúde. No espaço são disponibilizados jornais e revistas para a leitura local. Os leitores com deficiência visual (parcial ou total) podem contar com equipamentos especializados, como scanner de voz, linha braile e ampliador de caracteres e imagens, tornando todo o conteúdo da biblioteca acessível para esse público. A Biblioteca está aberta à convivência e vai receber sessões de mediação de leitura, contações de histórias, encontros com escritores e pesquisadores, oficinas, entre outras atividades.

  • 16º pavimento

Comedoria

Ambiente onde o público pode experimentar um cardápio variado, disponível também em versão braile, elaborado com base no conceito das áreas de alimentação do Sesc, com ingredientes brasileiros e contemporâneos com opções saudáveis.

  • 17º pavimento

Café Terraço e Mirante

Quem chega ao Café Terraço, logo é surpreendido por uma vista panorâmica e lá poderá vivenciar uma proposta diferenciada de comidinhas e bebidas, enquanto contempla a cidade. O terraço conta com uma horta que traz a proposta de estimulo à prática da agricultura urbana. O acesso ao mirante é gratuito e de lá de cima é possível ver pontos conhecidos da cidade e se ter uma vista privilegiada da Avenida Paulista, assim como nos demais andares voltados para a Rua Leôncio de Carvalho, que também proporcionam vista para a cidade.

SESC NA AVENIDA PAULISTA – CRONOLOGIA

1955 – O Centro Social Horácio de Melo é transferido de seu endereço original da Rua Fausto Ferraz, 131 (instalado inicialmente em 1947) para o casarão na Avenida Paulista, 967, sendo este o terceiro imóvel a ser ocupado por um Centro Social do Sesc. Contava com espaço para oficinas, teatro de arena no porão e quadra esportiva nos fundos do terreno;

1969 – Fim das atividades no casarão da Avenida Paulista, 967;

Em 1975 o Sesc adquire o edifício no número 119 da Avenida Paulista, que passa a ser a sede de sua Administração Regional. Ao longo dos anos, o local vai incorporando algumas atividades e desenvolve programação com seminários, exposições de arte, simpósios, além do projeto Instrumental Sesc Paulista, posteriormente rebatizado de Instrumental Sesc Brasil;

Em 2005 a Administração Regional do Sesc São Paulo deixa o edifício da Avenida Paulista, instalando-se no bairro do Belenzinho. No mesmo ano, o edifício passa a funcionar como unidade provisória, com a adequação de 15 andares de forma gradativa;

Até 2010 a unidade provisória abre seu campo de experimentação, adequando o espaço para projetos em áreas como artes visuais, teatro, dança, atividades físicas, práticas corporais alternativas, turismo social, música (Instrumental Sesc Brasil) além de seminários e outros programas socioeducativos;

Em 2010 inicia-se uma reforma extensiva e adequação minuciosa de cada um de seus 17 andares;

Em 2018, inauguração do Sesc Avenida, no dia 29 de abril.

PROGRAMAÇÃO INAUGURAL

A proposta para os três dias destinados à programação inaugural (29 e 30/04 e 01/05) do Sesc Avenida Paulista, totalmente gratuita, será a de receber o público numa série de atos performáticos de convivência artística-esportiva, com atividades para todos os públicos, ocorrendo simultaneamente em todos os andares ao longo de todo o período, proporcionando uma fluidez dos espaços para que os visitantes se apropriem das linguagens expressas dentro da proposta “arte, corpo e tecnologia”.

Além dos 17 pavimentos do novo Sesc, no domingo de inauguração e no feriado de terça-feira (1º de maio), a programação ocupará tanto a frente da Unidade, na Avenida Paulista, quanto a rua Leôncio de Carvalho, localizada na lateral do edifício. Neste espaço a Prefeitura de São Paulo já autorizou a criação de um boulevard, com programação cultural, que terá circulação exclusiva de pedestres e interligará a unidade do Sesc ao Itaú Cultural.

Destaques – Na data de inauguração será montado um palco na rua Leôncio de Carvalho que receberá, ao longo do dia, a partir das 12h, uma programação diversa. O público poderá assistir à apresentação da Orquestra Heliópolis com a participação da cantora Vanessa da Mata; a cantora Tulipa Ruiz, no projeto Memórias Inventadas Exatamente Agora, inspirada na obra de Manoel de Barros; a Cia Solas de Vento, com brincadeiras, acrobacias e danças; o show Avenida Rap Paulista, reunindo nomes de diversas gerações do gênero, como Emicida, Rael, Helião, Sombra, Cris SNJ, Stefanie e Erick Jay, com direção geral de Kamau e, por fim, a projeção audiovisual Videomapping, com o VJ Spetto, na fachada frontal do Sesc Avenida Paulista.

Já dentre as dezenas de atividades propostas entre 29 de abril e 1º de maio, os visitantes poderão acompanhar apresentações artísticas em diferentes formatos, como por exemplo, o encontro da cantora Fafá de Belém com os músicos paraenses Manoel Cordeiro e Felipe Cordeiro; as Experimentações Eletrônicas, com o DJ ChicoCorrea ; o projeto Sambas Sociais, com Gê de Lima, Grazi Brasil e Naruna Costa; Hermeto Pascoal & Grupo; o projeto Três é Bom, com Maurício Pereira, Wandi Doratiotto e Paulo Freire; Mahmundi convida Alice Caymmi; Samba de Roda, com Nega Duda; Siba, Mestre Galo Preto e Mestre Zé de Teté convidando Alessandra Leão e Coco de Oyá.

Em literatura, destaques para as intervenções Botica Poesia, sarau lítero-musical com Sérgio Vaz e Renato Gama; Caxirí na cuia, sarau lítero-musical indígena com Daniel Munduruku, Márcia Kambeba e Cristino Wapichana, o projeto Venga Venga, duo que cria intervenções sonoras que vão do folclórico ao experimental, Ritmo e Poesia, com Karina Buhr, Thayde e Caco Pontes e o Sarau dos Refugiados com pessoas em situação de refúgio no Brasil.

Para as artes visuais, o destaque é a Exposição Visões do Tempo, do estadunidense Bill Viola, celebrando a abertura do Sesc Avenida Paulista. Pioneiro em videoarte e imagem em movimento, Bill Viola é considerado um dos artistas contemporâneos mais importantes. O videoartista investiga os ciclos da vida, da morte e do renascimento. Suas peças estão sempre ligadas à história da arte e abordam assuntos e conceitos como a percepção e a espiritualidade.

Já para inaugurar os espaços destinados às atividades físicas e esportivas, o Sesc Avenida Paulista receberá importantes nomes da cena do esporte nacional, realizando demonstrações e vivências. Como destaque, as atividades Corpo Equilibrado reunindo Flavia Saraiva, Jade Barbosa, Eduardo Garbin, José Bueno, Daniele Hypólito e Isabel Barbosa e Corpo Resistente que receberá Rafaela Silva, Diogo Silva e Antonio Tenório. Haverá ainda a atividade Equilíbrio e Patins com Fabíola Silva, além de demonstrações do Programa de Ginástica Multifuncional do Sesc SP e Demonstração da Prática de Pilates.

Nas artes cênicas, destaque para diversos Atos Cênicos, com Léo Moreira Sá, Grace Passô, além da leitura de A Melhor Hipótese, com Celso Frateschi e Transformações – o tempo do corpo, com Doroty Lernner. Para os interessados em dança, haverá apresentações reunindo diferentes perfis e estilos tais como os cariocas do Clássicos do Passinho; Anátema 1, com Grupo Cena 11 Cia. de Dança de Florianópolis; Deslocamentos, de Marta Soares; Supernada, de Clarice Lima e Corpo sobre tela, com Marcos Abranches.

A área de Tecnologia e Artes trará a Ocupação Birdo, com o Estúdio Birdo, que apresentará trabalhos autorais e processos criativos de produção de animações em 2D, com atividades interativas como criação de personagens, expressões faciais, storytelling, intervalos e timing, além de palestras curtas, sobre diversos assuntos relacionados à animação. Já o projeto Empatias Mapeadas, criado pelo designer e arquiteto Guto Requena, traz uma escultura paramétrica interativa, com luzes que pulsam e caixas de som que mixam e transmitem sons dos batimentos do coração dos convidados. Outra atividade, a plataforma Explode! Paulista, por João Simões e Claudio Bueno, propõe a criação de uma peça audiovisual gravada a partir do encontro e apresentação de artistas (como Dona Jacira, Félix Pimenta, Alma Negrot, Cida Baptista, Aretha Sadick, Lu Big Queen, Danna Lisboa e Davi Rubio) que lidam com questões de identidades e modos de viver na cidade de São Paulo.

A programação também traz ainda uma série de intervenções que ocuparão os diversos pavimentos do Sesc Avenida Paulista. Destacam-se Ecos das Juventudes, com Triz Rutzats, Luiza Romão e Bobby Baq; Ritual: eu, mulher, rainha, com Vania Oliveira; Meditação performance com gongos tibetanos, com Jorge Peña; Ecos das Juventudes, com Triz Rutzats, Luiza Romão e Bobby Baq; Meditação performance com Tambores Flow, com Mônica Jurado; O que realmente está acontecendo quando algo acontece?, de Cristian Duarte (exceto domingo); Viração, com coletivo de educomunicação jovem, Protetor de Proximidade Humana para Valsa (bem como para danças de casal em geral que não empreguem rodopios), com Renan Marcondes, o Passeio Sonoro autoguiado sobre a avenida e seus personagens, além da instalação Risus, que aborda o sorriso como elemento de interação social.

O andar Crianças, com ambientação temática Tecnologias da Natureza, traz Jogos e Brincadeiras com Indígenas e Refugiados além de intervenções brincantes e performáticas como Flou e Coreocolagem.

Completando os destaques, haverá um tour com óculos de realidade virtual que apresenta as conexões entre áreas verdes e a cidade, bem como um espaço para a atenção com a natureza. No projeto Cuidados com Hortas, com Hortelões Urbanos, apresentará ao público o espaço da horta, além de instruir sobre cuidados com as hortaliças e dar dicas e sugestões de plantio em pequenos espaços.

Vale ressaltar que toda a programação está disponível gratuitamente por meio do app Sesc Avenida Paulista, no Google Play. Lá o público poderá acessar datas, períodos e locais onde ocorrerão as atividades.

FICHA TÉCNICA

Sesc Avenida Paulista

Área do terreno: 1.195 metros quadrados

Área construída: 12 mil metros quadrados

Arquitetura: Königsberger Vannucchi Arquitetos Associados

Capacidade de atendimento: 18 mil pessoas por semana

SERVIÇO

SESC AVENIDA PAULISTA – INAUGURAÇÃO

Dias e Horários

29 de abril, domingo, das 12h às 19h

30 de abril, segunda-feira, das 10h às 19h

1º de maio, terça-feira, das 10h às 19h

 

Endereço: Avenida Paulista, 119, São Paulo – SP.

Horário de Funcionamento (a partir de 2 de maio)

Terça a sábado, das 9h às 22h. Domingo e feriado, das 10h às 19h.

Fone: 11.3170.0800

Imagens: Divulgação

Site: sescsp.org.br/avenidapaulista

Facebook: facebook.com/sescavpaulista
Instagram: @sescavpaulista

App Sesc Avenida Paulista: disponível para download gratuito em celulares e tablets no endereço sescsp.org.br/avenidapaulista

             

Mais Acessadas

Início