Meio Ambiente

O BRASIL ganha seu 1º livro sobre as árvores gigantes das suas florestas

Países como Alemanha, EUA e Canadá, com uma biodiversidade ínfima comparado ao Brasil, tem livros publicados com algumas das maiores árvores do seus territórios – as mais antigas, interessantes, entre outros atributos. Dono de Hot Spots mundiais como o Cerrado e a Mata Atlântica, o Brasil é um país que abrange uma coleção fantástica de árvores nativas seculares e de proporções imensas. Como então não temos nenhum livro apresentando essas gigantes?

Pensando nisso, publicamos o livro “Remanescentes da Mata Atlântica: As Grandes Árvores da Floresta Original e seus Vestígios”, que conta uma história visual da Mata Atlântica e apresenta cerca de 90 exemplares incríveis observados em 12.500 km de expedições pelo bioma. São preciosidades como jequitibás, perobas e figueiras sobreviventes de cinco séculos de devastação predatória.

Descrição:

ISBN: 978-85-62114-86-1
Autor: Ricardo Cardim
Número de páginas: 344
Formato: 25,5×33,6cm
Acabamento: Capa dura

Peso 2.2 kg
Dimensões 5 × 25.5 × 33.6 cm

Site para adquirir o livro e receber em sua casa:

https://www.editoraolhares.com.br/produto/remanescentes/

Para ler a crítica:

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/mariosergioconti/2018/12/a-ferro-e-fogo.shtml

Publicação em parceria com o Museu da Casa Brasileira – São Paulo, patrocínio de Fibria, Legado das Águas Votorantim, Viveiro Fábrica de Árvores, Café Orfeu e Avenues School São Paulo.

Ricardo Cardim

Imagens: Divulgação

Mais em: Árvores de São Paulo

       

Mais Acessadas

Início