Cultura

Nesta semana peça ‘São Paulo Refúgio’, filme ‘Anomalisa’ e show com ‘Margareth Reali’ e ‘Arley e sua Orquestra’

Na terça (27) lançamento do livro e show de Arley às 19h30. Na quarta (28) filme às 19h30,
sendo ambas gratuitas. Na quinta (28), peça às 20h, com ingressos a partir de R$ 5.

Um dos destaques da semana no Sesc Campinas é a peça teatral São Paulo Refúgio, na próxima quinta (1º/3), às 20h. O projeto é um retrato cru e atual dos impactos da migração forçada na sociedade contemporânea. Através de depoimentos concedidos por refugiados, o trauma, a violência e o preconceito são abordados em um estudo poético sobre as consequências do desterro na vida das milhares de pessoas que são obrigadas a deixarem seus lares todos os dias. Com texto e direção de Conrado Dess; no elenco Elise Garcia, Ériko Carvalho e Conrado Dess e participação especial de Tresor Muteba. Os ingressos, a partir de R$ 5, podem ser adquiridos no portal sescsp.org.br/campinas e nas bilheterias das unidades. Hoje, de acordo com o Comitê Nacional para os Refugiados (CONARE), o Brasil abriga 8.863 refugiados reconhecidos, de 79 nacionalidades distintas; dados, esses, que têm aumentado progressivamente nos últimos anos, sinalizando uma nova realidade que se impõe aos grandes centros mundiais. Visando promover a discussão artística e cultural dessa questão tão urgente no atual contexto sociopolítico brasileiro, o projeto São Paulo Refúgio foi iniciado no segundo semestre de 2014 e teve como objetivo principal dar voz e criar espaços para o diálogo com a população de refugiados da capital paulista. Desde então, foram desenvolvidas diversas ações culturais, como laboratórios teatrais direcionadas a imigrantes e refugiados, rodas de conversa e festas temáticas em parceria com instituições como o Grupo de Refugiados e Imigrantes Sem-teto de São Paulo, Ocupação Hotel Cambridge, Mesquita do Pari, Oásis Solidário, MSTC, Museu da Imigração, Adus e Centro de Referência e Acolhida para Imigrantes. Ações, essas, que deram origem ao espetáculo teatral.

Encerrando o projeto Só para Adultos deste mês do Sesc Campinas, nesta quarta (28), acontece a exibição do filme americano Anomalisa às 19h30. Na história, Michael é um palestrante motivacional que tem levado uma vida bastante repetitiva e tediosa. Durante uma viagem de negócios, ele conhece Lisa, uma estranha que o fará repensar toda a sua vida. Para participar, retire o ingresso gratuitamente na Central de Atendimento com 2 horas de antecedência. O projeto tem como proposta desfazer a visão que restringe desenhos animados a trabalhos exclusivos para o público infanto-juvenil. O objetivo é trazer filmes que propõem a discussão de narrativas e temáticas voltadas ao público adulto através da criatividade e da estética distinta das animações, colocando maneiras de se enxergar, discutir e representar tais elementos que não são possíveis em filmes convencionais.

A programação musical traz dois grandes destaques. As Edições Sesc São Paulo lança nesta terça (27), às 19h30, o livro Big Bands Paulistas: história de orquestras de baile do interior de São Paulo, obra que resgata a história dos grandes conjuntos orquestrais do interior do estado, registrando em textos e imagens sua atividade ao longo de mais de três décadas. No bate-papo, presença dos autores José Ildefonso Martins (professor) e o jornalista e escritor José Pedro Soares Martins, que conta ainda com a participação do historiador Sérgio Estephan, para falar sobre o processo de pesquisa e concepção do livro. Na sequencia, show com a banda ‘Arley e Sua Orquestra’ a partir das 20h30. Ambas as atividade são gratuitas e abertas ao público. Como uma das bandas de baile mais tradicionais do interior, a trajetória começou em 1954 na cidade de Catanduva. A frente da formação está Arley Mazzuia, formado em piano, harmonia e materias complementares pelo Instituto Musical Santa Cecília. Com a denominação inicial de ‘Arley e seu conjunto de Ritmos’, devido ao aumento de integrantes, até o hoje a banda se apresenta ‘Arley e Sua Orquestra’. Hoje são mais de 60 anos cantando e encantando o público nos mais requintados eventos de todo o país. Em sólido gabarito de especialização e experiência, o grupo mantém um repertório com arranjos próprios, desde grandes sucessos do cinema, ritmos latinos, mambos, chá-chá-cha, boleros e o melhor do samba e do pagode, forrós, seleções dos anos 60 e 70, além de sucessos da atualidade.

No 1º dia do mês de março, às 20h30, a cantora Margareth Reali sobe ao palco, acompanhada de piano elétrico e percussão. No repertório, obras compostas ou interpretadas por mulheres que se destacaram na MPB. Apresentação gratuita e aberta ao público. Descoberta na cidade de Campinas pelo diretor musical Fernando Faro em 1996, a cantora vem desenvolvendo sua carreira apresentando-se com grandes nomes da música popular brasileira. A estreia de Margareth em São Paulo aconteceu em 1996, no Museu da Imagem e do Som. Neste espetáculo, dirigido por Faro e chamado de “Brasil Pop em Concerto”, ela cantou acompanhada pelo violinista Ulisses Rocha. Após esse show, a cantora foi convidada para fazer seu primeiro CD chamado “Onde o céu azul é mais azul”, no qual foi acompanhada por Orquestra e ganhou arranjos de grandes músicos como Cristóvão Bastos, Amílson Godoy, Sérgio Dias (Mutantes) e Natan Marques. Em 1999, Margareth ganhou um programa Ensaio especial, da TV Cultura, no qual foi apresentada como uma das vozes mais bonitas do Brasil. Dessa data até 2002, Margareth Reali excursionou com Natan Marques com o show “Portal de Minas” que recebia convidados do “Clube da Esquina” em cada um dos lugares onde se apresentava. Em 2003, Margareth Reali teve a honra de dividir o palco com Toquinho numa homenagem especial à Vinícius de Moraes. Em 2007 lançou o CD “Um trem para o Sonho” e alcançou ótimas críticas nos principais jornais do país como o “Estado de Minas”, “Folha de São Paulo” e “Correio Popular”. Em 2008 foi escolhida para cantar no festival de world music da Bélgica e fez shows em Paris e na Holanda acompanhada pelo lendário guitarrista do grupo Focus, Jan Dumee e sua banda Cubra Bop. Fez os projetos “Divas” e “Vintage”, para realizar o sonho de cantar canções dos anos 50 e 60. Também começou a atuar como produtora artística e foi responsável pela volta do grupo “Som Imaginário” ao mercado musical brasileiro, além de turnês com artistas nacionais e internacionais como Romero Lubambo, Eumir Deodato, Jane Duboc, Dianne Reeves, Ron Carter e Edu Lobo.

Além de receber essas atrações, o Sesc disponibiliza diversas atividades esportivas, artísticas e culturais até o fim deste mês, como apresentações teatrais, oficinas, vivências e cursos diversos. A programação completa pode ser conferida no site www.sescsp.org.br/campinas.

SERVIÇO

Havendo necessidade operacional ou razão de força maior, horários, datas, locais, entre outros, poderão ser alterados ou cancelados.

Dia 27/2 – Terça-feira

10h às 21h30 :: esporte e atividade física :: SESC VERÃO :: RECREAÇÃO DE CIRCO
Com os instrutores físico esportivos do Sesc Campinas. A atividade propõe o conhecimento e a vivência dos elementos corporais presentes no circo como os malabares, as acrobacias e o equilíbrio. Os participantes podem experimentar e aprimorar suas habilidades nesses elementos.
Classificação etária: A partir de 6 anos.
Local: Sala de Múltiplo Uso 2.
GRÁTIS

13h às 16h :: literatura :: MEDIAÇÃO DE LEITURA – LÊ COMIGO
Com Luciana Peolli. Mediação de leitura para crianças e adultos, com o objetivo de estimular potenciais leitores, o convívio com o objeto livro e explorar o acervo da biblioteca do Sesc Campinas. Classificação etária: Livre.
Local: Biblioteca.
GRÁTIS

19h30 :: lançamento de livro :: BIG BANDS PAULISTAS: HISTÓRIA DE ORQUESTRAS DE BAILE DO INTERIOR DE SÃO PAULO
Os autores do livro Big Bands Paulistas (Edições Sesc), José Ildefonso Martins e José Pedro Soares Martins abordam sobre a prática de big bands e seu florescimento no interior paulista.
Classificação etária: Livre.
Local: Área de Convivência.
GRÁTIS

20h30 :: música :: ARLEY E SUA ORQUESTRA
Em atividade desde a década de 1950, a banda de baile catanduvense apresenta repertório dançante com arranjos refinados.
Classificação etária: Livre.
Local: Área de Convivência.
GRÁTIS

Dia 28/2 – Quarta-feira

10h às 21h30 :: esporte e atividade física :: SESC VERÃO :: RECREAÇÃO DE CIRCO
Com os instrutores físico esportivos do Sesc Campinas. A atividade propõe o conhecimento e a vivência dos elementos corporais presentes no circo como os malabares, as acrobacias e o equilíbrio. Os participantes podem experimentar e aprimorar suas habilidades nesses elementos.
Classificação etária: A partir de 6 anos.
Local: Sala de Múltiplo Uso 2.

13h :: Idosos :: ARTE SOLIDÁRIA
Inscrições na Central de Atendimento. Espaço para pessoas voluntárias ensinarem e confeccionarem colchas em crochê e enxovais de bebê. O produto final é doado para instituições cadastradas no Programa Mesa Brasil.
Trazer uma agulha de crochê nº 4 e uma tesoura.
Classificação etária: 60+
Local: Sala de Atividades 1
GRÁTIS

19h às 20h :: criança :: INVENCIONICES
Inscrições no local da atividade com 30 minutos de antecedência. Com educadoras do Espaço de Brincar. O objetivo desta oficina é conhecer e experimentar materiais e ferramentas para inventar objetos lúdicos. No final cada participante leva sua invenção.
Classificação etária: Livre.
Local: Galpão Multiuso.
GRÁTIS

19h30 :: cinema :: ANOMALISA
Retirada de ingressos na Central de Atendimento com 2 horas de antecedência.  (EUA, 2015, 90 minutos. Direção: Duke Johnson, Charlie Kaufman). Michael é um palestrante motivacional que tem levado uma vida bastante repetitiva e tediosa. Durante uma viagem de negócios, ele conhece Lisa, uma estranha que o fará repensar toda a sua vida.
Classificação etária: 14 anos.
Local: Teatro.
GRÁTIS

Dia 1º/3 – Quinta-feira

19h :: SÃO PAULO REFÚGIO
Ingressos à venda no portal sescsp.org.br/campinas e nas bilheterias das unidades. Com Performatron. Histórias de refugiados oriundos de diversas regiões do planeta são apresentadas na forma de cartas e depoimentos que retratam situações, preconceitos e temores enfrentados por imigrantes forçados a abandonar suas terras natais e a recomeçar suas vidas no Brasil.
Local: Teatro.
Classificação etária: 14 anos.
Valores: R$ 5,00 [trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes (Credencial Plena)], R$ 8,50 [aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor de escola pública com comprovante] e R$ 17,00 [demais interessados].

20h30 :: música :: MARGARETH REALI
A cantora, acompanhada de piano elétrico e percussão, apresenta obras compostas ou interpretadas por mulheres que se destacaram na MPB.
Classificação etária: Livre.
Local: Área de convivência.
GRÁTIS

Imagem: Divulgação

Mais em: SESC-Campinas

Mais Acessadas

Início