Educação

Facamp concede bolsas por mérito

Por: Henrique Hein

O novo vestibular da Faculdades de Campinas (Facamp) contará com um sistema moderno de distribuição de bolsas de estudos a partir deste ano. O objetivo da universidade é valorizar o mérito de seus candidatos, proporcionando aos 53 melhores ranqueados de cada curso (exceto Administração, com 33, e Direito, 63), descontos que variam de 40% a 80%, dependendo da nota final obtida no exame. Ao todo, serão 414 benefícios disponibilizados. De acordo com a Facamp, as antigas bolsas sociais, oferecidas todos os anos aos candidatos que precisam de um auxílio financeiro para estudar, também continuam valendo.

Para este ano, a universidade modernizou seu vestibular, com o objetivo de criar uma prova capaz de avaliar o potencial do candidato, bem como a sua capacidade de crescimento durante o período universitário. A ideia da direção é modernizar o sistema de avaliação, bem como a sua capacidade de crescimento durante o período universitário. A instituição de ensino, com isso, promete deixar para trás o tradicional modelo arcaico, aplicado há décadas nas universidades brasileiras, para se aproximar do modelo de seleção que é utilizado em países de primeiro mundo, como Inglaterra e Estados Unidos. Segundo a Facamp, o modelo de vestibular do Brasil é ultrapassado e precisa passar por uma reforma que dê maior oportunidade aos alunos com maior capacidade de atuação dentro do mercado de trabalho.

Prova

A prova substitui as tradicionais questões de múltipla escolha de química, matemática, biologia e afins, para dar lugar a uma avaliação que leva em conta todo o histórico escolar e de perfil do candidato, bem como a sua capacidade de resolver problemas de lógica. Haverá ainda uma prova de redação sobre temas relacionados a atualidade.

A inscrição está disponível desde o dia 6 de agosto e segue até 25 setembro. Por meio do site, o candidato deverá enviar seu histórico escolar para a avaliação e um vídeo de dois a três minutos ou, se preferir, um texto sobre suas qualidades pessoais e potenciais. O histórico escolar do aluno deve ser enviado pela Internet, por meio de PDF ou por foto, no formulário de inscrição online, disponibilizado no site da própria Facamp. No mesmo link haverá um espaço para os candidatos enviarem seus vídeos ou textos. Esta essa etapa corresponde a 40% da nota final do processo seletivo.

Já no dia 29 de setembro acontecerá uma prova presencial, na qual o aluno terá que redigir uma redação que servirá para avaliar a capacidade do candidato em resolver problemas contemporâneos de maneira simples e prática. Os temas da redação englobam temas da atualidade, como indústria 4.0, nanotecnologia, futuro do trabalho, Internet das Coisas, Crise dos refugiados, Inteligência Artificial, entre outros. Além da redação, no mesmo dia, haverá também uma aprova de lógica, que analisará o raciocínio abstrato do estudante. Para os cursos de humanas, a redação terá um peso de 40% e a prova de lógica de 20% na nota final. Já para os cursos de exatas, a situação se inverte: 40% da nota para a prova de lógica e 20% para a redação.

Imagem: Leandro Ferreira/AAN – “A Facamp para mim desde o começo foi uma universidade que me abriu portas para oportunidades que vão muito além do estudo. É uma universidade que se preocupa demais com o lado humano do aluno. Fica claro, pelo menos para mim, que ela não quer me oferecer somente o conhecimento e a técnica, mas também, uma visão social, cultural e de mundo diferenciada. Sou, inclusive, muito suspeita para falar, porque eu amo estudar na Facamp.”

Mais em: Correio Popular

Mais Acessadas

Início