Cinema

Cineasta de AMERICANA dirige seu 1º longa

Por: Delma Medeiros

A região de Campinas tem mostrado uma forte vocação para o cinema independente. Os diretores campineiros Rafael Santin Henrique Satin finalizaram em dezembro as filmagens do longa ‘Sophia‘, com elenco global e regional. Agora é a vez do diretor André Luís, de Americana, concluir as gravações de seu primeiro longa, ‘Máscaras‘. Em princípio, as filmagens começariam em novembro, numa chácara em Sousas. Mas um furto no local alterou os planos e a produção teve que buscar outra locação. Em janeiro, foram iniciadas as gravações numa chácara em Limeira, no limite com Americana. Hoje, diretor e equipe técnica concluem as filmagens do longa-metragem, um filme de suspense psicológico, inspirado em clássicos do gênero como ‘O Iluminado’, ‘Clube da Luta’, ‘Psicose’ e outros.

“Trata-se de uma produção totalmente independente e colaborativa. Contamos com a coprodução da Bellunna Filmes, produtora de Hortolândia que tem os melhores equipamentos para captação de imagem e som: duas câmeras RED com lentes Cine, gruas, equipamentos de iluminação, estabilidade, movimento, enfim, tudo para proporcionar uma qualidade final impecável ao filme”, conta André Luís. Além da Bellunna, a produção tem apoio da prefeitura de Limeira para o transporte do elenco, que é todo de São Paulo; a empresa Juliette Congelados fornece a alimentação dos atores e equipe e a Triddo, empresa de impressão 3D, colabora na elaboração das máscaras utilizadas no filme. “Os atores e equipe técnica estão trabalhando no formato de crowndsourcing, com porcentagem no lucro”, explica o diretor.

A expectativa é de que o filme esteja pronto ainda neste primeiro semestre. “A ideia é investir na participação em festivais nacionais e internacionais, ganhar prêmios e só depois comercializar. Por ser um filme 100% autoral, pretendemos apresentar nos festivais de Sundance, Berlinale e talvez Cannes (em tratativas); além dos principais festivais nacionais como os do Rio de Janeiro, Gramado, Brasília, Cine Ceará”, adianta André, que, em paralelo, tem feito contato com distribuidoras.

Traição

A trama retrata uma família dividida pela traição, que resolve passar um fim de semana em sua fazenda para buscar uma reaproximação. Em meio a jogos, churrascos e revelações, as relações familiares começam a se degradar e mostrar as rachaduras presentes nas máscaras sociais.

Na história, um jovem, filho de pais separados, resolve reunir a família na fazenda. Vão para o local, os pais com seus atuais companheiros, o filho e um amigo da família. Este, encontra uma máscara e passa a agir de forma estranha. O filho também começa a ter visões de uma criança, que sugere revelações do passado. “Os elementos vão se encaixando como num quebra-cabeça, até que toda a história se revela”, diz André.

O roteiro, de James Salinas, traça uma curva dramática crescente, tons de thriller psicológico e cenas de tensão. “A proposta de linguagem é trabalhar as subcamadas dos personagens, os traumas do passado, trazendo uma conclusão de signos com um final surpreendente”, completa André.

Imagem: Divulgação – Gravação de cena de ‘Máscaras’: revelações de verdades e segredos de uma família dividida pela traição.

Mais em: Correio Popular

Mais Acessadas

Início