Esportes

Campineira se destaca entre ‘gamers’

Por: Alison Negrinho

Jogar videogame há tempos deixou de ser uma atividade voltada mais para o sexo masculino. Em Campinas, a jovem Laura Lisboa Vadillo, de 18 anos, é destaque a nível mundial no Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). O jogo de tiro em primeira pessoa online foi lançado em 2012, sendo a sequência do Counter-Strike: Source, e o quarto título principal da franquia, que ainda conta com o Counter-Strike e o Counter-Strike: Condition Zero.

Disponível nas plataformas Windows, OS X, Linux, Xbox 360 e PlayStation 3, o CS:GO é febre ao redor do mundo e possui diversos adeptos famosos, como os jogadores de futebol Neymar (Barcelona) e Nenê (Vasco), o astro da música internacional Alok e o músico Mateus, da dupla Jorge e Mateus. No ano passado, o game se tornou o mais vendido de PC de todos os tempos, ao atingir a marca de 24,9 milhões de venda, contra 24,5 milhões de unidades de Minecraft. Já neste ano, a franquia chegou a marca de 411 mil jogadores simultâneos. Apesar de estarem ganhando cada vez mais espaço neste universo, as mulheres que jogam ainda sofrem com discriminação dos competidores. A campineira quer a mudança desta situação.

“A grande parte dos jogadores é do sexo masculino. Como eu jogo desde muito pequena, nunca me importei com isso, sempre foi algo normal para mim. Hoje em dia, que a mulher foi tomando um espaço nos jogos, eu vejo que ainda é um pouco difícil passar sem sofrer algum tipo de preconceito, mas me sinto orgulhosa de conseguir destaque em tão pouco tempo. Meu objetivo é ir ainda mais longe. Meu sonho sempre foi competir com os melhores”, explicou Laura, que revelou estar no cenário competitivo do game há cerca de quatro meses apenas, e faz parte de uma equipe feminina, chamada de “GG”, que reúne integrantes de todo o Brasil.

O CS:GO possui dois tipos de equipes: Terroristas e Contra-Terroristas (CT). Ao iniciar a partida, você deve escolher uma das duas equipes, já que elas possuem objetivos diferentes durante o jogo. Os terroristas têm como objetivo eliminar todos os CTs do time adversário, ou implantar uma bomba e garantir sua explosão. Em todos os mapas existem duas áreas possíveis para implantar a bomba, chamadas de zonas A e B, ou B1 e B2. Já os Contra-Terroristas devem eliminar todos os terroristas da equipe adversária e evitar que eles implantem a bomba. Caso eles consigam implantar, o objetivo se torna desativar essa bomba. Em jogos competitivos, você tem 45 segundos para isso.

“Juntas nós treinamos todos os dias cerca de três horas mais ou menos. Com mais o meu treino individual, ao todo dá cerca de sete horas. Muitas pessoas acham que é só jogar, mas existe toda uma estratégia por trás. O treino vai desde teórico até o prático, normalmente a capitã do time nos passa as táticas que vamos utilizar e nós treinamos juntas em cima disso. Participamos de campeonatos online, todo mês ocorre a Liga Feminina Gamers Clube, da qual participamos também. Não ganhamos prêmios ainda, mas estamos batalhando para isso”, contou.

Ao clicar no menu inicial do game, o usuário se deparará com cinco modos diferentes de jogo: mata-mata, corrida armada, demolição, casual e competitivo. No mata-mata, os jogadores nascem em locais aleatórios do mapa e o principal objetivo é matar mais que outros jogadores. A equipe vencedora é aquela que tiver o jogador com o maior número de abates. Na corrida armada, o gamer começa no nível 1 e ao eliminar os adversários recebe experiência para subir de nível, conforme alcança um novo patamar, recebe uma arma diferente para usar. O objetivo é alcançar o nível 16, quando recebe a faca dourada. Vence a equipe que conseguir o primeiro abate com a faca dourada. O modo demolição é uma partida de 20 rodadas, em que vence a equipe que ganhar 11 primeiro. Já os modos casual e competitivo funcionam com a regra clássica do jogo, de implantação (ou evitar a implantação) da bomba.

Laura joga no modelo competitivo e está no ranking Legendary Eagle Master, o terceiro mais alto do mundo, atrás apenas do Supreme Master First Class e do The Global Elite. O game conta com ao todo com outras 15 patentes além das já citadas. São elas: Silver I, Silver II, Silver III, Silver IV, Silver Elite, Silver Elite Master, Gold Nova I, Gold Nova II, Gold Nova III, Gold Nova Master, Master Guardian I, Master Guardian II, Master Guardian Elite, Distinguished Master Guardian e Legendary Eagle. Para subir de patente é necessário fazer muitos pontos por partida.

Imagem: Patrícia Domingos/AAN – Laura quer mudança no domínio masculino do mundo dos games.

Mais em: Correio Popular

Mais Acessadas

Início