Cultura

CAMPINAS: Programa vai ampliar Feira Hippie

A tradicional Feira Hippie do Centro de Convivência Cultural, no Cambuí, em Campinas será ampliada pela Prefeitura. Novos artesãos que têm interesse em participar serão cadastrados e testados pela Administração para passarem a integrar o conjunto dos expositores do local. O governo municipal também fará cadastro de todos os artesãos da cidade que têm interesse de ingressar no mercado de trabalho de forma oficial.

As novidades foram anunciadas pelo vice-prefeito Henrique Magalhães Teixeira, e pelo secretário de Cultura, Ney Carrasco, durante evento de renovação do convênio entre a Prefeitura de Campinas e a Sutaco (Subsecretaria do Trabalho Artesanal nas Comunidades), órgão da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação.

Inclusão

Teixeira destacou que o convênio permitirá cadastrar os artesãos campineiros na Sutaco, resultando em inclusão profissional, qualificação e formalização. Com essa medida, o artesão passará a ter uma identidade profissional, como se fosse um registro profissional por meio de QR Code — um código de barras que possibilita a leitura do cadastro eletrônico.

A Sutaco também vai ajudar na seleção dos novos expositores para a feira do Centro de Convivência.

Segundo Henrique, a formalização do trabalho dos artesãos gera renda, inclusão social e melhor condição de vida, permitindo o acesso ao mercado de trabalho de forma reconhecida.

Ele também explicou que Campinas já atua em parceria com a Sutaco e que a renovação do convênio possibilitará incrementar o trabalho desses profissionais. “Vamos agora agilizar a atualização do banco de dados de artesãos da cidade, oferecer treinamento e fomento do artesanato nas periferias, de forma a qualificar a produção em Campinas”, ressaltou.

Imagem: Cedoc/RAC – Manifestações artístcas e folclóricas são muito comuns.

Mais em: Correio Popular

Mais Acessadas

Início