Transporte

BAURU/SP recebe primeiros ônibus elétricos que irão se integrar à frota do transporte coletivo municipal

A BYD forneceu à cidade de Bauru, no estado de São Paulo, dois ônibus 100% elétricos BYD D9W com carroceria Marcopolo. Os veículos foram adquiridos pelas empresas concessionárias locais Cidade Sem Limites e Grande Bauru, pertencentes ao Grupo Constantino.

O primeiro ônibus elétrico da frota do transporte coletivo de Bauru chegou no dia 31 de agosto à cidade, com previsão de começar a circular no dia 10 de setembro, fazendo a linha “Nobuji Nagasawa-Centro”, diariamente, das 6h às 19h. Dentro de 15 dias, o segundo veículo deverá desembarcar em Bauru para iniciar suas atividades entre o fim de setembro e início de outubro. O itinerário que ele irá fazer ainda não foi definido.

Com capacidade para transportar 32 pessoas sentadas e 38 em pé, incluindo espaço para cadeirante, os ônibus são movidos a bateria de ferro-lítio, com autonomia de 250 quilômetros. Segundo o prefeito de Bauru, Sr. Clodoaldo Gazzetta, “os dois ônibus são dotados de tecnologia avançada, com motores que não emitem poluentes e são mais silenciosos. A entrada em operação dos dois veículos é um modelo embrionário de transporte público sustentável que, certamente, será o modelo adotado pelas principais cidades do mundo nos próximos 30 anos”.

Wilson Pereira, Vice-Presidente Sênior de Vendas declara que “é inegável que o futuro do transporte público inclua ônibus elétricos. Orgulhosa de ser líder global em vendas de ônibus 100% elétricos por quatro anos consecutivos, tendo entregue cerca de 35 mil unidades em mais de 160 cidades mundialmente, a BYD fez e continuará a fazer grandes investimentos em sua operação local, compartilhando com os brasileiros sua missão de promover inovações tecnológicas para uma vida melhor”.

Chassis BYD D9W

O Chassis BYD D9W é utilizado para aplicação em carrocerias com até 13,2 metros de comprimento. Os dois motores BYD-2912TZ-XY-A, de 150 KW, juntos equivalem a 402 cavalos e estão integrados nas rodas do eixo traseiro, contando com um módulo de controle eletrônico de tração. O Chassi possui o conceito Low Entry, ou seja, não existindo degraus para o embarque e desembarque dos passageiros. A estrutura é constituída por materiais de alta resistência a torção e a flexão. Os freios a disco regenerativos, com sistema ABS nas rodas dianteiras e traseiras, proporcionam maior segurança e autonomia ao veículo. A suspensão pneumática integral proporciona conforto aos passageiros e ao motorista e o sistema de rebaixamento bilateral (ECAS) permite o ajoelhamento da suspensão, aumentando a comodidade e a segurança para embarque e desembarque dos passageiros.

Também é possível elevar a altura da carroceria para transpor alguns obstáculos das vias públicas. A coluna de direção regulável permite a regulagem de acordo com as características de cada motorista, melhorando assim questões de ergonomia.

Redução de poluentes locais

Os ônibus elétricos representam um grande instrumento para a redução de poluentes locais e de gases causadores do efeito estufa. Na média, cada ônibus elétrico em operação urbana reduz cerca de 1,8 toneladas de CO2 equivalentes, o que representa o plantio de mais de 11 árvores ao ano, além de evitar a emissão local de 118,814 kg de NOx e 1,152 kg de material particulado, os dois maiores vilões para a saúde pública. Esses valores se referem a comparação aos ônibus diesel novos, Euro 5, com rodagem média de 6.000kms/mês.

A BYD

“Pioneira em soluções de energia limpa”

Gigante global especializada em energia limpa, a BYD foi fundada em 1995 e rapidamente se tornou a maior fabricante mundial de baterias recarregáveis, sistemas de armazenamento de energia, ônibus e caminhões 100% elétricos. Desde 2015, a BYD também vem surpreendendo o mundo como a maior fabricante de automóveis elétricos e híbridos plug-in do mundo (2015, 2016 e 2017).

A empresa está presente em cinco continentes, mais de 50 países e em cerca de 200 cidades e têm entre seus sócios o americano Warren Buffet. Com mais de 220 mil funcionários distribuídos em 40 fábricas ao redor do globo (sendo 20 mil engenheiros pesquisadores), a chinesa BYD é, ainda, a segunda maior fornecedora de componentes para celulares, tablets e laptops no mundo para outras marcas globais, e considerada uma das 15 empresas que estão mudando o mundo para melhor “Change The World” da Revista Fortune.

Em 2016, a BYD ganhou o prêmio Zero Emission Eco system da ONU, na categoria grandes corporações. Em 2016, a empilhadeira elétrica da BYD ganhou o prêmio IFOY de melhor empilhadeira elétrica do mundo. A primeira vez que uma marca não europeia ganha o principal prêmio do setor de logística na Europa. No Brasil, a BYD abriu sua primeira fábrica em 2015 para produção de ônibus elétricos e comercialização de veículos e empilhadeiras em Campinas, interior de São Paulo. Em abril de 2017, neste mesmo local, inaugurou sua planta de produção de módulos fotovoltaicos.

A BYD Brasil já emprega mais de 300 funcionários nas cidades de Campinas e São Paulo.

Imagem: Divulgação – Foto / Diego Leão

Mais em: BYD

Mais Acessadas

Início